quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Mena Suvari



Duvidamos muito que a carreira de Mena Suvari tenha momentos tão altos como os que viveu no notável American Beauty. Para o público mais jovem ela é mais uma actriz de comédias hilariantes. Mas será aquela cena no tecto do quarto de Kevin Spacey, coberta de rosas vermelhas, que fará dela um nome eterno...


Mena Suvari nasceu a 9 de Fevereiro de 1979 em Rhode Island, terra de muitos imigrantes portugueses.
De ascendência estoniana, Mena Suvari é hoje um nome consensual entre os talentos mais cintilantes da nova geração. Com quase 10 anos de carreira a fazer filmes, esta jovem de 25 anos parece preparar-se para ter o mundo a seus pés.

Tudo começou aos 13 anos quando entrou no seu primeiro anúncio publicitário. Depois de uns anos como modelo, o salto para o cinema pareceu-lhe natural. Foi assim que em 1997 entrou em Nowhere, isto depois de ter sido actriz convidada em várias series televisivas, entre as quais o celebre E.R. No mesmo ano entraria no filme Kiss the Girls, ao lado de Ahsley Judd e do "monstro sagrado" Morgan Freeman.
1998 foi um ano igualmente bom para a jovem emergente actriz, então com 19 anos. Entrou no filme Slums of Beverly Hills e ainda em The Rage: Carrie 2.


O ano seguinte viria por alterar por completo a carreira de Mena Suvari em todos os sentidos. De um momento para o outro não só se tornaria popular e conhecida junto de todo o público jovem - resultado de ter sido uma das estrelas de American Pie - como também seria um elemento chave do filme vencedor de 5 óscares nesse ano, American Beauty.

Para o filme de Sam Mendes a jovem ficou com o lugar que parecia destinado a Kirsten Dunst (que diferença, imaginamos nós) e ao lado de Thora Birch entrou na cabeça e na casa de Kevin Spacey levando-o ao êxtase na cena mais espantoso de todo esse ano cinematográfico, e uma das que ficará para a história. 
Mais ainda, Mena Suvari teve a coragem que faltou a Kirsten - daí a sua recusa - de se despir diante de Kevin Spacey e milhões de espectadores, o que num país como os EUA não é muito normal para uma jovem. O sucesso do filme acabou por repercurtir-se mesmo nesse nível, tendo sido eleita uma das mulheres mais sexys do ano.

Como já tínhamos dito, 1999 foi igualmente o ano de American Pie, o filme que veio revolucionar a forma de fazer cinema para um público adolescente. Inspirado no modelo Porky´s, que tanto sucesso fizera na década de 80, mas de uma forma mais conservadora, o filme abordava a temática do sexo colocando do lado de lá do ecrã actores com os mesmos dilemas que os espectadores. 

A fórmula resultou e o filme foi um sucesso, como a personagem de Mena Suvari, a eterna virgem americana. Também o era em American Beauty, e depois de um ano cheio de "american´s" só faltava mesmo o American Virgin, onde Mena interpretava uma filha do rei do cinema porno á procura da sua identidade. Mas virgindade era algo que certamente não lhe passava pela cabeça quando no mesmo ano deu o nó com o namorado de mais de 18 anos, o realizador Robert Brinkmann.


Apesar do seu nome ser agora conhecido do grande público, tanto American Virgin (que viu o titulo mudado para aproveitar a onda de Mena Suvari) como o seu filme seguinte, Looser, com o colega de American Pie, Jason Biggs, falhou em ter reconhecimento da crítica e sucesso junto do público. Seguiram-se Sugar & Spice e The Musketeer , outros filme sem grande repercussão nas bilheteiras. 
Foi então que voltou American Pie, mas a sua aparição no filme foi curta. Afinal não pertencia à história central do filme. 

Mena Suvari tentou relançar a carreira e por pouco não conseguiu o papel de Mary Jane Watson no filme Spiderman. Curiosamente perdeu-o para Kirsten Dunst, a mesma que lhe tinha dado a oportunidade de entrar em American Beauty.


A verdade é que as coisas não têm andado bem para a actriz. Muitos apontam erros nas escolhas de papeis, outros em falta de sorte. Depois de Sonny, o primeiro filme de Nicholas Cage, veio Spun e Trauma, mas nenhum dos filmes foi o sucesso que pretendeu. Mena, a loira que é originalmente ruiva, passou então para a televisão e surgiu na consagrada serie Six Feet Under. Agora no cinema Mena Suvari tem vários projectos, incluindo um que pretende recuperar a fórmula de The Graduate.

O facto é que falta de talento ninguém pode apontar a Mena Suvari. Esperamos nós - e ela certamente - que esta fase seja apenas um momento menos bom de uma carreira que se prevê bem longa.
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Recomendamos